ANFITEATRO MONUMENTAL
Ana Rodrigues | Jardim das Pedras

Neste projecto pretende-se acima de tudo a criação de um anfiteatro natural em perfeita harmonia com o lugar e a paisagem. Esta harmonia pretende ser alcançada através da utilização da topografia original do terreno, sendo este o elemento definidor da forma e do desenvolvimento dos diferentes patamares. O anfiteatro deve moldar-se ás preexistência do terreno, alcançando assim uma perfeita integração no espaço.
A própria utilização da pedra existente no lugar e a técnica como esta vai ser trabalhada (técnica da pedra seca) , já presente em elementos no Jardim (muros, cabanas) vai fortalecer a ideia de harmonia pretendida.
Tal como nos anfiteatro romanos e gregos, o círculo apresenta-se como ponto central em torno do qual se vai desenvolver todo o anfiteatro. Este representa um lugar de encontro, direccionamento do olhar, a criação de uma maior intimidade do público com o acontecimento. Tecnicamente proporciona uma melhor acústica.
Neste caso particular o anfiteatro vai ser pensado em forma de meia-lua e não vai apresentar qualquer tipo de barreira física, ou backstage, na zona central. Vai servir de tela de fundo toda a imensidão da paisagem natural. Trata-se da criação de um espaço funcional para que possa receber variados artistas e intervenções, mas acima de tudo um lugar de reflexão e de contemplação da natureza. Um espaço que privilegie e proporcione uma simbiose entre o homem e a natureza.
A efemeridade adjacente a este tipo de obras artísticas faz por si só que se tratem de obras dinâmicas sempre susceptíveis a alterações, a natureza vai com o passar do tempo absorver o lugar e torná-lo ainda mais seu.